Psicologia Clínica Adulto e Infantil

“Autoconhecimento verdadeiro só é dado ao homem

Quando ele desenvolve interesse pleno de amor aos outros;

Conhecimento verdadeiro do mundo, o homem só alcança

Quando procura conhecer seu próprio ser.”

Rudolf Steiner

      Entende-se que a psicoterapia é um recurso que possibilita a pessoa ter um conhecimento mais amplo sobre si e, dessa forma, enfrentar os problemas que permeiam as relações humanas. São vários os motivos da busca por um psicólogo, dentre elas: dificuldades de relacionamento, de gravidez, perdas, luto, ansiedade, gestação, puerpério, orientação familiar. O setting terapêutico é favorável para o crescimento pessoal, onde é possível acontecer transformações profundas, desde que a pessoa esteja disposta a mudar sua postura diante dos problemas vividos. Cabe ao profissional mediar para que a pessoa encontre o melhor caminho, não apresentando respostas prontas, mas permitindo, por meio do processo psicoterapêutico, que o próprio indivíduo perceba seu potencial de mudança e traga para si a responsabilidade.

      Independente do modo ou grau em que o sofrimento se manifesta, seja um momento de crise que afeta diversos âmbitos da vida ou um problema corriqueiro, a psicoterapia pode trazer benefícios, por meio da partilha com o psicólogo, de questões diversas, vivências, experiências, afetos, emoções, busca de sentido, até mesmo situações específicas como, por exemplo, transtornos alimentares, dependência química, depressão, ansiedade, dificuldades escolares e apoio no desenvolvimento social e afetivo da criança.

      O preconceito, porém, ainda é um empecilho para a busca do trabalho especializado. Muitos deixam de recorrer ao psicólogo por acreditarem que a psicoterapia destina-se apenas para quem tem algum transtorno mental grave, o que não é verdade, pois ninguém está isento de enfrentar situações difíceis que fogem do seu controle. Outros se preocupam com a opinião alheia: “o que vão pensar se souberem que vou a um psicólogo?”

      É importante ressaltar que a psicoterapia é destinada para todos que desejam adquirir autoconhecimento, melhores condições emocionais, ampliar percepções, sentimentos e sensações. O trabalho do psicólogo é dispor de um espaço de acolhimento e de escuta, onde se tem a possibilidade de ser ouvido e de ouvir-se, sem crítica ou julgamento.

      A atuação na clínica tem como foco o discurso da pessoa e a intervenção do profissional, estabelecendo uma interação verbal entre as partes. Nessa interação, o indivíduo descreve aspectos de sua vida que acredita estarem relacionados com seu sofrimento; o psicólogo, por sua vez, entende o discurso como uma construção de sua história individual e intervém de maneira tal que possibilite o autoconhecimento, o qual irá oferecer estratégias mais satisfatórias para lidar com as questões trazidas.